Conferência definiu pela criação de departamento para regulamentar fundo para área cultural

02/07/2013
cultura-capa.jpg

A criação de um Departamento para a regulamentação do fundo a fim de viabilizar os planos culturais de trabalho no Município foi uma das definições das pessoas que se reuniram em Conferência da Cultura no dia dia 27 de junho (quinta-feira passada). A Conferência foi organizada pela Secretaria de Educação Cultura Desporto e Lazer cuja titular da pasta é Olímpia Vaz e com participação do Conselho Municipal de Cultura, o qual tem como presidente William Gomes. Vários ativistas culturais de Iporá participaram com suas sugestões. Abrilhantaram as discussões Adeli Melo, iporaese que é do Fórum Goiano de Cultura, e Cleomar Rocha, outro iporaense que é pós-doutor em Estudos Culturais (PACC/UFRJ), pós-doutor em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD/PUC-SP), doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA) e Mestre em Arte e Tecnologia da Imagem (UnB). É Professor Adjunto do PPG em Arte e Cultura Visual (FAV/UFG), coordenador do Media Lab UFG – Laboratório de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Mídias Interativas – e pesquisador do PACC – Programa Avançado de Cultura Contemporânea – UFRJ.


Definições da Conferência:


* Mapeamento setorial da Cultura no Município;
* Formação de gestores sensibilizados com a Cultura para que possa difundir editais de participação dos agentes culturais e conselheiros de cultura;
* Implementação do SMIIC como infraestrutura do Poder Executivo;
* Regulamentação da lei municipal de incentivo fiscal para a garantia de repasse de verba para o fundo municipal da cultura;


Objetivos a serem perseguidos:
* Aprovar o Plano Municipal de Cultura;
* Criar a conta do Fundo Municipal;
* Organizar e destinar a verba do fundo Municipal para projetos de fortalecimento e produções artísticas;
* Identificar a origem de agentes culturais da arte, matéria-prima, dificuldades, escoamento da mercadoria;
* Informar e direcionar agentes culturais de forma linear para que todos possam participar igualmente de processos competitivos orientando as normas de participação;
* Divulgar de forma ampla a rede informacional de dados dos agentes culturais para aplicações diversas, inclusive para negócios e empreendimentos;
* Incentivar a produção coletiva em rede;
* Fiscalizar a aplicação do fundo;


A Conferência de Cultura aconteceu no Salão São Paulo da Cruz quando várias pessoas interessadas no setor se reuniram com o foco no fortalecimento da produção artística e de bens simbólicos e da proteção e promoção da diversidade das expressões culturais, com atenção para a diversidade étnica e racial.


São resultados esperados:
* Fortalecimento amplo da cultura municipal local;
* Elaboração de um calendário cultural;
* Promoção de eventos, exposições artísticas;
* Envolvimento da comunidade nas ações;
* Valorização da arte de autoria local;
* A democratização dos processos competitivos;
* Oportunidade de executar sua arte por meio do fundo de cultura;
* Geração de renda e divulgação da cultura municipal;
* Financiamento de projetos;
* Recuperação de patrimônio público;


No eixo II, de produção simbólica e diversidade cultural, o foco da discussão foi no fortalecimento da produção artística e de bens simbólicos e da proteção e promoção da diversidade das expressões culturais, com atenção para a diversidade étnica e racial.


Foram propostas:
* Organizar o circuito local de folias;
* Fazer o mapeamento do patrimônio histórico, material da cidade e interditar alterações nessas construções;
* Construção de um equipamento Cultural multiuso pra cidade;
* Ação imediata para uso de áreas públicas como palco de ações e movimentos culturais ex: de locais cachoeirinha, praça da liberdade, quiosques do Lago;
* Fortalecer e ampliar a Universidade das Quebradas em Iporá;
* Possibilitar acesso livre à internet em locais públicos da cidade, ex.: Praça da Liberdade, quiosques do Lago e OCA;
* Compartilhamento e transparência as informações relacionada a Cultura.


Objetivos:
* Multiplicar as expressões para enriquecer e transmitir com harmonia a mensagem entre diferentes povos;
* Integrar e interagir nas execuções das Políticas Públicas, programas, projetos e ações desenvolvidas;
* Desenvolver políticas públicas específicas para tradição popular e arte contemporânea;
* Ter um sítio histórico no Município;
* Ter representação Pública na Secretaria de Cultura para cada linguagem artística;


Resultados esperados:
* Atendimento de TODAS as reivindicações dos agentes culturais.


No eixo III, a discussão da Conferência foi sobre cidadania e direitos culturais e com foco na garantia do pleno exercício dos direitos culturais e consolidação da cidadania, com atenção para a diversidade étnica e racial.


Propostas:
* Criação da Secretaria de Cultura e equipe gestora capacitada para a fomentação de projetos culturais locais e que integrem as diversas manifestações e expressões culturais do Município;
* Criação de um Centro Cultural que permita o acolhimento das manifestações artísticas e culturais locais. Sendo este um ponto de cultura que potencialize as energias sociais e culturais e viabilizem o exercício da cidadania;


Objetivos:
* Buscar financiamento próprio a nível Estadual e Federal;
* Criar condições para os artistas locais desenvolver suas habilidades;
* Promover a formação artística profissionalizante;
* Oferecer capacitação para criação e gestão de Projetos artísticos e Culturais;
* Centro de eventos que abrigue exposições, feiras, festivais, manifestações culturais em geral como também ser um espaço de acolhimento aos artesãos com a finalidade de comercialização e divulgação da arte local;


Resultados esperados:
* Enriquecimento da Cultura Local e solucionar os problemas atuais de desarticulação das manifestações locais e dificuldades de elaboração de projetos de financiamentos das atividades Culturais do Município;
* Viabilizar a formação e capacitação dos grupos e segmentos Culturais do Município.
* Viabilizar a divulgação da produção artística local;
* Valorização da cultura local e geração de emprego e renda;
* Escoamento da produção local para outras cidades e regiões;


EIXO IV - CULTURA E DESENVOLVIMENTO


Propostas:
* Fundo Municipal de Cultura, como principal mecanismo de financiamento ao fazedores de cultura local;


Objetivos:
* Incentivar e valorizar os artistas no desenvolvimento de uma cultura sustentável;


Resultados esperados:
* Que o Município de Iporá seja reconhecido no cenário cultural;


DELEGADOS ELEITOS NA II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DA CULTURA


Percentual de quatro delegados, sendo 3 representantes da sociedade civil e um representante da Área Governamental.
Representante Área Governamental
* David Candido Furtado – Titular
* Jani Marra da Fonseca Costa – Suplente


Representante da Sociedade Civil
* Itamar Paes Sousa - Titular
* José Atanásio de Souza Filho – Suplente
* Silvânia Aparecida santos Oliveira – Titular
* Neivan Souza Muniz – Suplente
* Wilian Gomes Gonçalves – Titular
* Milton Lopes de Souza Junior – Suplente.


De acordo com os organizadores o encontro foi muito proveitoso e de grande valor e aceitação as opiniões dentro de cada assunto discutido.


 

O que achou dessa Notícia?
2 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente