Doações de 2 toneladas de rações para cães e arrancada rumo a obra do canil

30/06/2021
cachorro30062021.jpg

Os Voluntários de Iporá em Defesa dos Animais (VIDA) formam a organização não governamental (ONG) que está em alta, determinados a fazer a diferença nesta cidade. A ocasião de entrega de duas toneladas de ração para alimentar cães que ainda estão em local improvisado, foi momento para os ativistas da VIDA se nutrirem de muito entusiasmo na luta que encampam, e que é em duas frentes: primeiro, zelar e alimentar animais de ruas e, em um segundo foco, construir o canil municipal, local definitivo para esses animais, onde poderão ser ainda melhor tratados. 


No sábado passado, 26, foi a data quando a VIDA recebeu duas toneldas de rações para cerca de 130 cães que foram recolhidos da rua nos últimos meses e que estão na casa e quintal da senhora Eliane Rodrigues da Silva, em frente a garagem da Prefeitura de Iporá., Bairro Mato Grosso. Ali está o local que é residencia de Eliane, presidente da VIDA, e onde acolhe animais em situação de abandono. 


A chegada e distribuição de duas toneladas de rações tem a ver com o esforço de Idilaine Moreira Martins, jovem enfermeira que é muito determinada em tudo que faz. Em Goiânia, no contato com empresários, ela conseguiu essas duas toneladas de rações que chegaram para a VIDA. Essa quantidade de alimento dá um suporte para algum tempo quanto a alimentação dos cães recolhidos das ruas de Iporá. A direção da VIDA manifesta gratidão aos doadores de rações e a quem articulou no contato com doadores. 


Em entrevista ao Oeste Goiano, mulheres ligadas a VIDA, tais como Eliane Rodrigues, Ronis Silva e Idilaine Moreira, mostram determinação na luta pelos animais. Elas afirmam que a luta é inicialmente para alimentá-los, por saúde para eles em caso de doenças e um outro trabalho de conscientização dos iporaenses quanto a cães soltos pelas ruas, apelando para que isto não ocorra, que as pessoas tenham seus cães em casa e em zelo, sem jamais desprezar animais pelas ruas. Enfatizam que uma cidade sem cães vadios é uma cidade mais saudável, mais civilizada. A campanha educativa da VIDA ocorre porque é comum que famílias abandonem animais nas ruas, o que causa sofrimento para eles e risco para os moradores. Outro apelo de membros da ong VIDA é para que as pessoas controlem a natalidade de cães, o que pode ser feito com castrações.  Na opinião deles, isso é estrategia a fim que os animais tenham melhor qualidade de vida, que não reproduzam tanto, ao ponto de não ser possível os cuidados imprescindíveis. 


Dezenas de pessoas que fazem parte da VIDA estão focando na busca de receitas para a construção do canil municipal. Esse será o empenho para os próximos meses. Diversas formas de captação de recursos financeiros são levadas a efeito. Uma delas é a venda de camisetas da entidade. Os membros da VIDA reconhecem que ter o Canil Municipal e mais uma clínica será marcante para esse segmento. E esta é a luta. Voltaremos a este assunto. 

O que achou dessa Notícia?
18 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano.