Oeste Goiano Notícias, mais que um jornal.
Oeste Goiano Notícias, mais que um jornal.

PUBLICIDADE:

14 municípios desta região com rebanho em alto risco de raiva

Adelândia, Anicuns, Piranhas, Aragarças, Bom Jardim de Goiás, Caiapônia, Israelândia, Montes Claros de Goias, Mossâmedes, Nazário, Palestina de Goiás, Palmeiras de Goiás, Piranhas e Turvânia são municípios da região do Oeste Goiano onde a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrofesa) aponta um alto risco para que o rebanho bovino tenha a raiva dos herbívoros. Em todo o Estado são 119 municípios. Maio, o próximo mês, será ocasião de vacinação obrigatória.

A Agrodefesa alerta sobre a raiva dos herbívoros e que a vacinação continuará obrigatória para municípios que apresentam alto risco da doença. A relação atualizada das cidades goianas foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Conforme explica o presidente da agência, José Essado, para determinar os municípios considerados de alto risco para a doença, os técnicos da Agrodefesa levam em conta o Manual Técnico para controle da raiva dos herbívoros do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), além do potencial zootécnico da raiva, a dinâmica na distribuição da enfermidade em território goiano e a necessidade de revisão dos municípios com alto risco.

Raiva dos herbívoros

A Normativa estabelece que, no mês de maio, os animais herbívoros (bovinos, bubalinos, equídeos, ovinos e caprinos) de todas as idades, criados nos municípios classificados como de alto risco, deverão ser obrigatoriamente vacinados contra a raiva dos herbívoros .

A vacina deve utilizar vírus inativado, com dosagem de 2 ml, aplicada por via subcutânea ou intramuscular. Já no mês de novembro, também será obrigatória a vacina em animais das mesmas espécies, mas com idade entre zero e 12 meses.

Vigilância

Nos municípios considerados de baixo risco será mantida a vigilância epidemiológica, objetivando a detecção de eventual introdução da enfermidade. Na execução desta tarefa, os profissionais da Agrodefesa adotarão as medidas de controle definidas no Manual Técnico. Também compete à Agência avaliar anualmente o comportamento da raiva no estado de Goiás para fins de deliberação sobre as alterações dos municípios de risco ou para proposição de medidas de controle.

Além da vacinação, é obrigatória também a declaração de todos os animais da propriedade, neste caso abrangendo todo o estado, e, em particular, dos animais vacinados contra a raiva nas localidades com alto risco. Os criadores precisam informar todas as espécies, idades e categorias.

Os produtores de municípios de alto risco que não vacinarem seus rebanhos nas etapas obrigatórias terão seus animais submetidos à vacinação assistida por servidor da Agrodefesa, seguida de penalidades como bloqueio de trânsito/movimentação de animais em caso de não vacinação/declaração. Somente após a declaração de rebanho e vacinação a propriedade será liberada para emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA).

Venda

As revendas de produtos agropecuários localizadas nos municípios de baixo risco poderão comercializar a vacina contra a raiva durante todo o ano. Para tanto precisam estar cadastrados e licenciados pela Agrodefesa.

Outro ponto importante é que o pecuarista pode vacinar, de forma espontânea, seu rebanho contra a raiva, mesmo que sua propriedade esteja em um município considerado de baixo risco. Mas neste caso deverá realizar o registro de declaração de vacinação no Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago) para fins de controle de dados sobre o rebanho vacinado em território goiano.

Com informações da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) – Governo de Goiás

Compartilhar:

Para deixar seu comentário primeiramente faça login no Facebook.

publicidade:

Veja também:

.

WhatsApp-Image-2024-06-18-at-05.53
Recomendadas proibições a prefeitos sobre publicações promocionais
12
Equatorial Goiás leva Educanto III para escola de Aragarças
arroz
Goiás é o quarto maior produtor de grãos do país
cul1
Equatorial Goiás leva Educanto III para escola de Turvânia
pal
Governo aumenta tempo de contratação de empréstimos consignados
WhatsApp-Image-2024-06-18-at-05.53
Recomendadas proibições a prefeitos sobre publicações promocionais
12
Equatorial Goiás leva Educanto III para escola de Aragarças
arroz
Goiás é o quarto maior produtor de grãos do país
cul1
Equatorial Goiás leva Educanto III para escola de Turvânia
pal
Governo aumenta tempo de contratação de empréstimos consignados