Opinião

5 itens imprescindíveis para seu negócio de alimentação decolar

Raíza Cavalcante Fonseca
09/05/2022


A  indústria brasileira de alimentos fechou o ano de 2021 com faturamento de R$922,6 bilhões, resultado 16,9% superior ao registrado em 2020, dados divulgados  pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia). Os principais negócios ligados ao ramo de alimentação são indústrias, restaurantes, supermercados, lanchonetes, confeitarias, pizzarias, bares, casas de carnes, açaiterias, sorveterias, delivery de comida e estes crescem cada vez mesmo cenário pós pandemia, porém cabe ao empresário  saber como alavancar sua produtividade e vendas. 

Desta forma, neste artigo encontramos  cinco itens indispensáveis para auxiliar o negócio de alimentação a aumentar suas vendas e  obter maior lucro.

1-  Gerenciamento: é o pilar que envolve todas as áreas do funcionamento do estabelecimento, por isso a responsabilidade tão grande de estar a frente de um negócio de alimentação. A pessoa nesse cargo auxilia diretamente na garantia do sucesso do negócio, pois é ele que vai comandar as operações e direcionar a equipe em suas atividades, devendo  saber muito bem como lidar com pessoas e treinar os colaboradores.

 

2- Vendas: é preciso de muito mais que um bom funcionário e um espaço com mesas e cadeiras. Na hora de escolher o local onde comer ou comprar  tudo conta, e se não estiver atento aos detalhes pode-se perder clientes.Um ambiente sujo, desorganizado, barulhento, quente, com aparência de velho, com uma equipe destreinada, um cardápio sujo ou rasgado, mesas sujas, itens do cardápio faltando, demora na entrega do pedido, pedido chegando errado, garçom mal educado. Hoje o consumidor não sai para comer, sai para viver o momento e sua expectativa é viver uma experiência única que envolve o ambiente, o atendimento, o prato e por último o preço. 

 

3-  Time de colaboradores: Ter um time engajado em fazer o negócio dar certo é sinônimo de sucesso. Direcionar, capacitar, apoiar e atribuir ao colaborador suas responsabilidades deve ser um processo contínuo de cuidados com a equipe. Os funcionários devem ser treinados para tratar o cliente com respeito, tornar o momento daquele cliente no estabelecimento único e especial.

 

4- Processo: não adianta vender muito se os processos não funcionam. Se as operações rotineiras não forem padronizadas imediatamente já está perdendo dinheiro. Isso mesmo, pois a padronização de processos reduz falhas durante a operação, pois a operação será sempre feita do mesmo jeito, independente de quem irá executá-la. Quando reduzimos falhas no processo evitamos retrabalho.

 

5- Inovação: o mercado sempre vai exigir novas tecnologias e  melhorias da empresa  e um consultor de alimentos pode capacitar sua equipe para evitar transtornos no estabelecimento. Auxiliando em todas as suas necessidades para que haja produtividade e eficiência em tudo. Este profissional  é ideal para ajudar a entender melhor seu negócio, encontrar os pontos onde há desequilíbrio e ajustar seus pilares para manter não somente seu negócio em pé, mas em constante crescimento

Raíza Cavalcante Fonseca

Raíza Cavalcante Fonseca é Engenheira de Alimentos e Mestra em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Consultora especialista em indústria de alimentos e serviços de alimentação / @raizacf

 

Mais Opiniões
O que achou desse Artigo?
24 votos
*As manifestações de internautas não representam a opinião deste jornal e são de responsabilidade de quem as emitiu.

    Comente

    Faça seu Login

    Use sua conta do Oeste Goiano ou Facebook para comentar.

    Botão do Facebook
    Faça aqui o seu cadastro!